25 fevereiro 2008

Acróstico









Acróstico

por Odemar Leotti*











Pausas, passagens, paradas, pensares, pulsares mais e menos fortes,

Atalhos redemoinhos espirais, ponto incógnito, pontos incapturáveis

Uivos, urros, uma voz fala consigo mesmo e não mais se lê como antes

Leituras múltiplas que fogem de nosso controle levada pelo corpo

Ocultações a si mesmo. Fugas e perdições e o fervilhar embaralhado


Atonicidades sempre existiram e não espantam mais os viajantes

Todas as estradas pertencem somente a quem sempre viaja

Honrar a vida é fabricá-la em várias viagens para fora dela

Ornamentá-la quando prazerosa, cheirosa e gostosa.

Suspendê-la quando viçosa e sem o brilho de um amanhecer.


*Mestre em História Social pela Unicamp em 1998, lotado no Departamento de História da Universidade de Mato Grosso, escreve para o jornal O REBATE, a quem agradeço a imerecida homenagem.



Imagem: La Mancha

18 fevereiro 2008

Don Juan de Marco


Don Juan de Marco*



(Have You Ever Really Loved a Woman? - Bryan Adams)

Para realmente amar uma mulher, para compreendê-la.
Você precisa conhecê-la profundamente por dentro,
Ouvir cada pensamento - ver cada sonho,
E dar-lhe asas - quando ela quiser voar.
Então, quando você se achar repousando,
Desamparado em seus braços,
Você saberá que realmente ama uma mulher...

Quando você ama uma mulher,
Você lhe diz que ela realmente é desejada.
Quando você ama uma mulher,
Você lhe diz que ela é a única,
Pois ela precisa de alguém para dizer-lhe
Que vai durar para sempre!
Então diga-me: você realmente,
Realmente... já amou uma mulher?

Para realmente amar uma mulher,
Deixe-a te segurar
Até que você saiba como ela precisa ser tocada.
Você precisa respirá-la - realmente provar o gosto dela
Até você possa sentí-la em seu sangue.
E quando você puder ver suas crianças
Que ainda não nasceram, dentro dos olhos dela,
Você saberá que realmente ama uma mulher...

Você precisa dar-lhe um pouco de confiança - segurá-la bem apertado.
Um pouco de ternura - precisa tratá-la corretamente.
Ela estará lá por você, cuidando bem de você,
Você realmente precisa amar sua mulher...
Então, quando você se achar repousando
Desamparado em seus braços,
Você saberá que realmente que ama uma mulher...
Então diga-me: você realmente, Realmente, realmente já amou uma mulher?"

Veja agora o clipe do filme e ouça a música...



Meu filho

Tenho em minha vida o homem mais doce que existe, meu filho. Quem tem a felicidade de conhecê-lo, sabe disso. Um cara amigo, leal, com ...