Postagens

Companhia

Imagem
Companhia


Sim, a saudade é isso mesmo, essa presença da ausência de um lugar, de uma pessoa, de um pedaço de nós que ficou no caminho.

Um sentimento, uma sensação de alma, um perfume de lembrança que surge do nada, de uma esquina por onde não mais passamos, de um cheiro que a brisa trouxe.
Quem sente saudade tem lembranças, quem tem lembranças tem recordações e quem tem recordações, é rico!
Sinto ternura por todas as minhas saudades.



Rio, 03/01/2012 Paulo da Vida Athos

Amanhã é Dia de Natal

Imagem
Amanhã é dia de Natal.









Sei que nem todos os meus amigos são cristãos e que alguns deles consideram uma data que se tornou comercial. Também não sou cristão e tenho bastante consciência do comércio que gira em torno dessa data religiosa.

Mas isso da religião e o comércio cirandarem no tempo não é novidade para a humanidade. O registro mais antigo que posso apontar da existência desse vínculo, vem também de Jesus quando se insurgiu contra “os vendilhões do templo” (era assim que o padre de meu primeiro colégio se referia ao fato).
Mas tirando isso, essa é uma data em que os verdadeiros cristãos, e, quando falo verdadeiros me refiro àqueles que, tal como seu Mestre, pregam o amor, o perdão, a tolerância, o senso de humanidade, a caridade, e que se insurgem contra a desigualdade e a injustiça social, rebelando-se, insuflando-se e insuflando, indo para as ruas, esclarecendo o povo, ficando ao lado do povo, tentando um mundo melhor para todos, como era o caso de Jesus, que, se bem que não f…

Revelação

Imagem
Revelação
















Encontrar-te foi como me reencontrar, completar-me com o pedaço melhor de mim.
A forma, o lugar, o teu olhar, a tua luz, a energia e intensidade que circunscreveu de eternidade aquele instante, foram mágicos.
Soube na hora estar diante da mulher para minha vida inteira, e que a Vida me preparara para encontrar a ti, naquele instante, para o restante e o eterno de todas as minhas horas.
A poesia tem disso...
Torna-nos sensíveis, sensitivos, e o poeta sabe quando está diante do não transitivo, do não explicável ao se revelar, como se, inteiro, já estivesse em sua vida antes da própria concepção.
E essa  foi forma perfeita, finalizada, plena, absoluta, com que o amor se revelou em mim, através de ti, para desmentir o poeta:

-Não! Não és um fingidor! Nascestes para viver o amor, que por ela, sentes!

Preciso de um velho ano-novo

Imagem
Preciso de um velho ano-novo



Preciso de um novo ano
que devolva a Vida
que ficou numa esquina qualquer do tempo,
perdida,
a buscar ecos de sonhos
e inocência,
e de crianças nas ruas despojadas do medo
de brincar de ciranda,
de ficar sozinha,
de alcançar o céu das amarelinhas,
de pular corda,
de rodar pião,
de se apossar das calçadas,
de pelada nas ruas,
de jogar botão,
de namorar a lua.

Preciso de um novo ano velho
que resgate o entusiasmo de despertar
com sorriso no rosto,
de me emocionar
com barquinhos de papel,
com as chuvas de verão,
com bolas de gude,
de pés no chão,
em que seja proibido
não se deixar levar pelo encanto
do canto dos pardais,
de se emocionar com o amor,
de se render à paixão.

Preciso de um velho-ano novo
despido de preconceitos,
onde se tente
impor amor, não opinião,
prevaleça o ser sobre o ter,
a liberdade de credo,
a disposição do corpo,
a deposição do gênero,
a ternura eterna.
Amém!

Um ano novo em que
cada um possa,
incensuravelmente,
sair de mãos dadas
com a p…

Meu filho

Tenho em minha vida o homem mais doce que existe, meu filho.
Quem tem a felicidade de conhecê-lo, sabe disso.
Um cara amigo, leal, com coração enorme como ele, um coração que se preocupa com a injustiça, com o cara que está na rua sem teto, com o mendigo que cata resto de comida nas lixeiras da cidade, com o futuro das crianças, com a solidão dos velhos, com as vítimas da violência, da fome, dos que tiveram suprimida a esperança.
Conhecer meu filho é conhecer a essência do humanismo, a pureza das crianças, o onirismo dos idealistas, a nobreza de um guerreiro nagô.
Meu filho é um homem especial, um ser humano incrível, uma pedra valiosa e rara.
Os problemas mais complexos ele consegue equacionar numa ação que muitos levam anos, décadas para compreender: vivendo.
Ele me ensinou que viver nem sempre é mergulhar na vida da forma como compreendemos, ansiosos, como aprendi com meus avós, nos tornando náufragos na ansiedade que se transforma em mar.
Para ele, viver é um ato simples que req…

Condenação de Lula não o torna culpado

Imagem
Uma condenação judicial pode fazer do inocente, mártir.  Jamais, culpado.