Sem duelos no STF...





Tudo ao vivo e a cores direto da Suprema Corte, ontem, durante a apreciação das liminares na Ação Penal 470, também conhecida por “mensalão”,  em curso no STF, lá pelas tantas,  em tema em que o Ministro Joaquim Barbosa se sentira atingido por ter sido rotulado como parcial nas alegações finais de um dos réus, aquele ministro afirmou que “havia má-fé” do causídico e um conluio que envolvia outras partes e até a defensoria pública da união, e que essa ameaça feita por uma “guilda profissional” se estendia ao Tribunal.  

O Ministro Marco Aurélio disse que ele não se sentira atacado pelas ofensas, ao que, de imediato, o ministro relator afirmou que “Vossa Excelência talvez faça parte...”.  Essa adjetivação, abafada pelo clamor de várias vozes sobrepostas, parece não ter sido ouvida pelo Ministro Marco Aurélio (que não é de deixar barato provocações), o que certamente levaria a nova proposta de “duelo” entre os dois, como já ocorreu no passado. 

Mas daqui, curioso como eu só, e sem pudor de revelar minha ignorância, como não conhecia a pérola fui procurar saber o que era “guilda”.  O Aurélio Online revelou: “GUILDA:     1. Na Idade Média, organização de mercadores, de operários ou artistas ligados entre si por um juramento de entreajuda e de defesa mútua (séculos XI-XIX).      2. Associação privada, de interesse cultural.”

Está aí!  Momentos culturais da Suprema Corte...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Oração para Oxossi

Juliana Navegante David

Oração para Oxossi